83 99100 9063 / Ft: ft Noticoncursos - Publicado em: 01/06/2024 06:13

Veja como ganhar mais de R$ 1.000 com 4 moedas das Olimpíadas|

Moedas que podem valer muito mais do que você imagina

Compartilhar

Foto da Notícia
No Brasil, alguns momentos ficam marcados na memória da população. Não importa o tempo que passar, a maioria das pessoas mantém a lembrança viva, e isso é ainda mais fácil se houver algo que remeta o evento. Foi justamente o que aconteceu com as Olimpíadas de 2016, que sempre são lembradas devido às moedas lançadas no país em 2016.

Naquele ano, a cidade do Rio de Janeiro sediou os jogos olímpicos. E, para celebrar esse momento histórico, o Banco Central lançou diversas moedas das Olimpíadas, causando um verdadeiro alvoroço no país, com as pessoas correndo para adquirir todos os itens.

Os itens viraram uma febre entre os brasileiros, e vários deles queriam encontrar todos os modelos para completarem suas coleções. Aconteceu a mesma coisa que costuma ocorrer quando as pessoas querem completar um álbum de figurinhas: a busca pelos itens só chega ao fim se a pessoa conseguir preencher todos os espaços vazios.

Já faz oito anos da realização dos jogos olímpicos no país, mas ainda é possível encontrar pessoas dispostas a pagarem verdadeiras fortunas por peças daquele evento. Por isso, as pessoas que guardaram as moedas das Olimpíadas podem ganhar uma boa grana hoje em dia com a venda destes itens.

Moedas das Olimpíadas

Quatro moedas de 1 real das Olimpíadas estão valendo uma pequena fortuna no país. Esses modelos já possuem um valor mais elevado que os demais, porque são exemplares comemorativos, ou seja, sua fabricação foi limitada e exclusiva. Além disso, as peças apresentadas neste texto possuem um erro de fabricação, que ajuda ainda mais a elevar o valor dos itens.

Essas moedas têm uma valorização expressiva porque os numismatas não veem o valor monetário do itens como fator fundamental para definir o seu valor real. Eles buscam modelos que tenham particularidades incomuns, que os tornem raros, e pagam valores muito altos por exemplares únicos. Logo, uma moeda de 1 real pode valer dezenas, centenas ou até mesmo milhares de reais.

A propósito, o estudo de cédulas, moedas e medalhas sob o ponto de vista histórico, artístico e econômico se chama numismática. O termo também designa o ato de colecionar estes itens.

Por que colecionadores pagam caro pelas moedas?

Em suma, as moedas se valorizam com o tempo devido a algumas peculiaridades que elas possuem. Essas características não estão presentes em todos os modelos, e uma parcela bem pequena que faz sucesso e se valoriza no país. Aliás, as principais características que valorizam um modelo são:
  • Exemplares fabricados para datas comemorativas;
  • Modelos com erro de cunho ou fabricação;
  • Moedas produzidas há muito tempo;
  • Poucos exemplares fabricados;
  • Poucas unidades em circulação no país.
Essas características atraem a atenção dos colecionadores, porque eles buscam itens raros e únicos. Na verdade, eles querem possuir peças que a maioria das pessoas não têm, e pagam valores muito elevados para conseguir isso.

Conheças as valiosas moedas das OLIMPÍADAS

No Brasil, a Casa da Moeda fabrica o dinheiro conforme os pedidos feitos pelo Banco Central. Em algumas ocasiões, como datas comemorativas e momentos de celebração, o BC costuma solicitar a fabricação exclusiva e limitada de alguns exemplares. Geralmente, são estes modelos que costumam valer uma fortuna devido à sua quantidade restrita.


Para comemorar a realização das Olimpíadas no Brasil, o Banco central lançou 17 moedas das Olimpíadas do Rio de Janeiro de 2016. Em síntese, os modelos traziam estampas de modalidades olímpicas e paraolímpicas. E muita gente paga milhares de reais pela coleção completa.

Quatro destes itens podem ser vendido por R$ 280, cada, segundo o Catálogo Ilustrado Moedas com Erros. Isso quer dizer que, somados, os valores chegam a R$ 1.120. Aliás, quem não gostaria de ganhar esse valor com apenas 4 moedas de 1 real?

Confira abaixo as modalidades que se valorizaram com o tempo e agora estão valendo R$ 280:
  • Atletismo paralímpico;
  • Boxe;
  • Golfe;
  • Judô.
Cabe salientar que cada um dos 17 modelos fabricados pela Casa da Moeda teve uma tiragem de 20 milhões de unidades. Esse número é considerado muito baixo para esse modelos, que possui tiragens anuais de centenas de milhões de peças, e isso é mais um fator que elevou o valor dos itens.

Itens possuem erro de fabricação

De acordo com o Catálogo Ilustrado Moedas com Erros, não são todas as moedas dessa modalidades olímpicas que possuem o valor de R$ 280. Na verdade, existe um erro de fabricação que fez os exemplares ficarem tão valorizados assim: o seu reverso está na horizontal 90º.

Para conferir se o modelo tem esse erro, basta girá-lo na vertical, ou seja, de cima para baixo ou de baixo para cima. Se, ao girar a moeda, o reverso ficar de lado, significa que ele está na horizontal, algo que não deveria acontecer.

A saber, a maioria das moedas não possuem esse erro. Por isso, os exemplares que apresentam a falha valem bem mais, pois a sua disponibilidade é bem menor, tornando-os bastante raros.

Segundo o catálogo, o reverso pode apresentar o erro tanto para a direita quanto para a esquerda. Logo, a pessoa que tiver itens com essas características pode faturar muito mais dinheiro no país.
PUBLICIDADE
Mareni

Pref Sousa PB

Sidney

ConstruLAR

CasaMonark


NOTÍCIAS